Blog

27 de Julho de 2017 - CLAUDIO SCARPETA BORGES PROCEDIMENTO DEVERÁ SIMPLIFICAR CONCESSÃO DE OUTORGA NO INPI Em resumo, em procedimento simplificado seriam deferidos todos os pedidos de patente com o quadro reivindicatório, conforme requerido no exame.

Objetivando reduzir drasticamente a excessiva demora no exame de patentes, o governo trabalha na criação de um regime emergencial para a análise de patentes no INPI - Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Em resumo, em procedimento simplificado seriam deferidos todos os pedidos de patente com o quadro reivindicatório, conforme requerido no exame.

Estariam excluídos do procedimento simplificado de concessão os pedidos de patente de natureza farmacêutica. Também não deverão fazer parte do procedimento certificados de adição, pedidos divisionários originados de pedidos de patente previamente examinados, e pedidos em que já houve a apresentação de subsídios técnicos ao exame.

Os prazos e procedimentos para a concessão simplificada constarão de decreto, em fase de elaboração pelo Ministério da Industria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). A proposta do MDIC para a redução do backlog por meio desse procedimento foi apresentada à FIESP - Federação das Indústrias do Estado de São Paulo no último dia 17. Foi ressaltado, na apresentação, que será feita uma consulta pública, visando o aprimoramento do pretendido procedimento.

Fonte: Migalhas

Voltar